Cadeirante no Banho! Ih! E Como Pegar o Sabonete Caído no Chão?

Cadeirante no Banho! Ih! E Como Pegar o Sabonete Caído no Chão?

Pois é! Como uma Cadeirante pega o sabonete que caiu ao chão na hora do banho? Mas antes o de que como se trocar uma lâmpada no teto, poderão ler aqui… Que por sinal o problema também surgiu no banheiro. Um cômodo essencial, mas também bem problemático para nós cadeirantes. Muito mais para quem também se vira com a grana curta… Adaptando-se para vencer as limitações diárias… Até para uma certa independência em usar o banheiro: quer seja para as necessidades fisiológicas, quer seja para um prazeroso banho de chuveiro… Assim…

Tendo transposto a barreira de se situar dentro do boxe… já que entrar e sair dele é uma operação de alto risco precisando estar atenta pois um vacilo meu pode acarretar um tombo sério… é então tomar o banho! Até que nessa hora pode ocorrer do sabonete cair no chão. Eu até costumo ter mais de um dentro do boxe, ou como o banheiro é muito pequeno tenho como pegar o do lavatório. Mas um vacilo e lá se vão ambos para o chão. Então como apanhá-los?

Eu até tenho também sabonete líquido dentro do boxe. Mas acontece que para lavar o bum-bum eu enterro as unhas no sabonete e com isso “fechar” bem toda a área debaixo das unhas. Mania, eu sei! Mas até faço isso ao lidar com a terra em vasos de plantas. É uma proteção à entrada de germes. No caso em questão o das fezes que passam pela bunda!

De qualquer forma eu não insistia muito nas tentativas para pegar essessabonetes caídos ao chão. Terminava mesmo pegando-os depois de sair do banho com uma pá para lixo com cabo na vertical. Há muito que tenho uma na área de serviço que tem sido muito útil para mim pegando tudo que cai ao chão. Onde para se pegar certas coisas, eu a lavo antes. Até já pensei em ter uma em meu quarto para uso que não seja para lixo. Mas por hora comprei mesmo uma para ficar dentro do boxe. E desde então esse problema foi resolvido! Sabonete, bucha de banho, ou mesmo frasco de shampoo quando cai no chão do boxe eu pego com a pá com cabo em pé.

E com isso, de vez em quando eu também venho com um dos propósitos desse blog que é em contar os perrengues no dia a dia de uma cadeirante pobre que ainda quer viver muito tempo ainda! São soluções práticas, sem precisar ser uma super heroína, e que até podem ajudar outras pessoas que os não cadeirantespodem conhecer!

By: Valéria Miguez

Felipe Ramon

Amo Tecnologia. Atuo na Area de Programação, Designer Gráfico, Web Designer e Técnico em Computadores. Trabalho na Loucurarte na Equipe de Apoio (Diretor de Midias Sociais)! #Conhecimento é Poder.

Postagens Relacionadas
Comentários